#

patrocínio:

Lei de Incentivo à Cultura Petrobras
Brasil Memória das Artes
Conheça o Brasil Memória das Artes

As Frenéticas e Erasmo em turnê: discoteca e rock no Projeto Pixinguinha de 1981

Caravana teve ainda a participação do eclético Sérgio Sampaio, que comandou o coro das plateias na sua ‘Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua’

Companheiros de Projeto Pixinguinha em 1981: Erasmo Carlos, Sérgio Sampaio e As Frenéticas (da esquerda para a direita: Dudu, Sandra Pêra, Leiloca, Regina Chaves, Lidoka e Edir de Castro)

Companheiros de Projeto Pixinguinha em 1981: Erasmo Carlos, Sérgio Sampaio e As Frenéticas (da esquerda para a direita: Dudu, Sandra Pêra, Leiloca, Regina Chaves, Lidoka e Edir de Castro)

Mídias deste texto

Imagens (4 imagens)

Áudios (21 áudios)

  • < play >
    00:00 vol
    subir
    • Cala a Boca Zebedeu – Sérgio Sampaio

    • Meu Pobre Blues – Sérgio Sampaio

    • Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua – Sérgio Sampaio

    • Odara / A Felicidade Bate à sua Porta – Sérgio Sampaio e As Frenéticas

    • Joujoux e Balangandãs – As Frenéticas

    • Linda Morena – As Frenéticas

    • O teu Cabelo não Nega – As Frenéticas

    • Caderninho – Erasmo Carlos

    • Sentado à Beira do Caminho – Erasmo Carlos

    • Panorama Ecológico – Erasmo Carlos

    • Filho Único – Erasmo Carlos

    • Sou uma Criança não Entendo Nada – Erasmo Carlos

    • Se Você Pensa – Erasmo Carlos e As Frenéticas

    • Dancin’ Days – As Frenéticas

    • Perigosa – As Frenéticas

    • O Preto que Satisfaz – As Frenéticas

    • Marcha da Tietagem – As Frenéticas

    • É Proibido Fumar – Erasmo Carlos

    • Negro Gato – Erasmo Carlos

    • Fama de Mau – Erasmo Carlos

    • Vem Quente / Festa de Arromba – As Frenéticas

    descer

Um dos discursos mais evocados nos idos de 1977 era o de que era preciso combater a “invasão da música estrangeira” no Brasil. Na mira de iniciativas como o Projeto Pixinguinha, criado naquele ano, estava sobretudo a “discoteca” – que além de não tocar repertório brasileiro, ainda por cima tomava o lugar das casas de música ao vivo (reduzindo o mercado de trabalho dos instrumentistas do país). Na TV Globo, a febre dançante inspirou a novela Dancin’ Days, de Gilberto Braga, embalada pelo tema de abertura homônimo que, em gravação das Frenéticas (primeiro nome brasileiro a estourar na fase da “discoteca”), virou sucesso no Brasil inteiro.

Pois foi justamente no clima de “Abra as suas asas, solte suas feras” que o irreverente sexteto feminino foi uma das atrações do Projeto Pixinguinha em 1981. Reunido por iniciativa do jornalista Nelson Motta (autor da música Dancin’ Days, com Ruban), o grupo de ex-garçonetes de uma boate carioca teve como companheiros de turnê o “tremendão” Erasmo Carlos – que levava para a estrada suas parcerias com o “amigo de fé” Roberto Carlos – e o poeta-compositor capixaba Sérgio Sampaio, que abria o espetáculo com um repertório eclético. Clique na galeria de áudios para ouvir o espetáculo na íntegra.

Primeiro, cantando um samba feito por seu pai, Raul Sampaio (Cala a Boca, Zebedeu); depois, Meu Pobre Blues (de sua autoria) e, por fim, a marcha-rancho Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua, sucesso desde 1972, quando estourou no Festival Internacional da Canção (FIC). Em seguida, Odara (Caetano Veloso) era dividida por ele com Dudu, Edir de Castro, Leiloca, Lidoka, Regina Chaves e Sandra Pêra, que assumiam o espetáculo e mantinham o ecletismo, indo de Gonzaguinha (A Felicidade Bate à sua Porta) a Lamartine Babo (Joujoux e Balangandãs, Linda Morena, O teu Cabelo não Nega).

Erasmo entrava em seguida com um antigo sucesso da Jovem Guarda (O Caderninho, de Olmir Stocker), antes de apresentar três baladas compostas com Roberto Carlos: Sentado à Beira do Caminho, Panorama Ecológico e Filho Único. Mais adiante, as Frenéticas voltavam ao palco e enfileiravam grandes sucessos, como a já citada Dancin’ Days, a televisiva O Preto que Satisfaz (composta por Gonzaguinha para a novela Feijão Maravilha) e Perigosa (Rita Lee, Roberto de Carvalho e Nelson Motta), dos versos “Sei que eu sou bonita e gostosa / E sei que você me olha e me quer…” No encerramento, sucessos da Jovem Guarda eram cantados por Erasmo (É Proibido Fumar, Negro Gato e Fama de Mau) e pelas Frenéticas (Vem Quente e Festa de Arromba).

Com direção assinada por Carlos Alberto Sion, o espetáculo iniciou a turnê em 23 de março de 1981 e foi até o dia 11 de abril daquele ano, com apresentações concorridas em Niterói (RJ), Rio de Janeiro, Londrina (PR), Florianópolis, Blumenau (SC) e Joinville (SC). Na banda, participaram da caravana Beto Saroldi (saxofone), Jorjão Barreto (piano), Pedrão (contrabaixo), Pisca e Rick Ferreira (guitarras) e Sérgio Della Mônica (bateria). Veja o programa impresso do espetáculo na galeria de imagens.

Compartilhe!

Caro usuário, você pode utilizar as ferramentas abaixo para compartilhar o que gostou.

Comentários

4

Deixe seu comentário

* Os campos de nome, e-mail e mensagem são de preenchimento obrigatório.

nilton de souza moraes

enviado em 31 de março de 2011

sergio sampaio é um compositor brasileiro de tragétoria única

priscila jobim

enviado em 31 de março de 2011

nascido a 13 de abril de 1947,sergio moraes sampaio foi o primeiro dos cinco filhos do casal raul gonçalves sampaio maestro de musica e fabricante de tamanco e maria de lurdes de moraes,professora primária

nilton de souza moraes

enviado em 10 de maio de 2011

sou primo de sergio sampaio moro em maricá,rj

nilton de souza moraes

enviado em 9 de outubro de 2013

sergio sampaio meu primo,itapeba

Textos

leia todos os 212 textos deste acervo »

Imagens

veja todas as 301 imagens deste acervo »

Áudios

ouça todos os 783 áudios deste acervo »

  • Músicas
    • + info
      • Título: O passarinho cantou
      • Intérprete(s): Show Ivan Lins e Nana Caymmi
      • Compositor: Ivan Lins e Vitor Martins
      • Ano: 1977
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 18/18

     

    O passarinho cantou - Nana Caymmi e Ivan Lins

  • Músicas
    • + info
      • Título: Pisando em brasa
      • Intérprete(s):
      • Compositor:
      • Ano: 1978
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 22/22

     

    Pisando em brasa - Canhoto da Paraíba

  • Músicas
    • + info
      • Título: Nascente
      • Intérprete(s):
      • Compositor:
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 11/11

     

    Nascente – Beto Guedes

Vídeos

veja todos os 88 vídeos deste acervo »

  • Cachaça, árvore e bandeira – Moacyr Luz

    Cachaça, árvore e bandeira - Moacyr Luz

    Shows
  • DVD Funarte – Pixinguinha 2005 – Documentário – parte 10 de 10

    DVD Funarte – Pixinguinha 2005 – Documentário - parte 10 de 10

    Documentários
  • DVD Funarte – Pixinguinha 2006 – parte 05 de 05

    DVD Funarte – Pixinguinha 2006 – parte 05 de 05

    Documentários