#

patrocínio:

Lei de Incentivo à Cultura Petrobras
Brasil Memória das Artes
Conheça o Brasil Memória das Artes

Projeto Pixinguinha 1977: Dóris Monteiro e Lúcio Alves

Texto do programa oficial apresenta os artistas e informa a ficha técnica e o roteiro musical do espetáculo

Lucio Alves e Dóris Monteiro

Lucio Alves e Dóris Monteiro

Mídias deste texto

Áudios (6 áudios)

  • < play >
    00:00 vol
    subir
    • Do re mi graças a deus – Doris Monteiro e Lucio Alves

    • É isso aí – Doris Monteiro e Lucio Alves

    • Alô Fevereiro – Doris Monteiro e Lucio Alves

    • Banca do Distinto – Doris Monteiro e Lucio Alves

    • De Pilantra e de Poeta – Doris Monteiro e Lucio Alves

    • Se você se importasse – Doris Monteiro e Lucio Alves

    descer

Dóris Monteiro foi uma das líderes mais destacadas do grande movimento da bossa-nova. Trazia consigo a suavidade das melodias feitas pelos “bolsistas” da época, e transmitia como ninguém as mensagens mais lindas, em versos e melodias. Dóris, a menina de uma trança só, olhos medrosos. Quando estava no palco, cantava para dançar. Com seu primeiro disco, consegue seu primeiro êxito; vai crescendo com as palmas ganhas nos auditórios das estações de rádio e viaja pelo Brasil, revelando ali e acolá o que sabe de arte, o que sabe de “dizer” samba. Preferia cantar samba-canção, mas admite que nem sempre sua vontade valeu como imposição. Ao contrário, acompanha as mudanças do tempo e a vontade de seu público. Nem ela mesma sabe quantas músicas gravou. Muitos se recordam de “Agulha no Palheiro”, mas Dóris aponta como seu maior sucesso um samba-canção de Peter Pan: “Se Você se Importasse”. Recentemente ela marcou mais um ponto valioso gravando o samba ligeiro de Hermínio Bello de Carvalho e Maurício Tapajós: “Mudando de Conversa”.

A carreira de Lúcio Alves começou nos conjuntos Bando da Lua e depois Namorados da Lua. Foi uma peregrinação constante pelas rádios mais famosas: Tupi, Nacional e Mayrink Veiga. Sua voz grave, entretanto, foi sendo logo notada. A música vivia a pré-euforia da bossa-nova e Lúcio Alves encosta sua popularidade à de Dick Farney, e surge Teresa da Praia. Como compositor será lembrado por uma composição antológica, consagrada por Isaurinha Garcia e regravada há pouco por João Gilberto: “De Conversa em Conversa”, de parceria com Haroldo Barbosa. “Sérgio Cabral e Ivan Lessa consideram Lúcio Alves um dos cinco maiores cantores já produzidos pela música popular do Brasil. Concordo fácil”, escreveu o crítico Roberto Moura, comentando o seu último LP, produzido por Aloysio de Oliveira. Sua apresentação no Seis e Meia foi um dos pontos altos da série. Ele conseguiu que o público o aplaudisse de pé ao alcançar uma nota gravíssima.

Ficha Técnica

Músicos:  Ricardo (piano), Luizinho (guitarra), Jacaré (contra-baixo) e Gegê (bateria).

Diretor: Maurício Tapajós
Assistente de Direção: Stella Moura
Administradora: Ana Maria Azevedo

Roteiro

  • Dó Ré Mi (Fernando César)
  • De Pilantra e de Poeta (Alberto Landi)
  • Mocinho Bonito (Billy Blanco)
  • Graças a Deus (Fernando César)
  • Se Você se Importasse (Peter Pan)
  • Banca do Distinto (Billy Blanco)
  • É isso aí (Sidney Miller)
  • Alô Fevereiro (Sidney Miller)
  • Promessas (Tom Jobim)
  • Este Seu Olhar (Tom Jobim)
  • Manias (Celso e Flávio Cavalcanti)
  • Fim de Caso (Dolores Duran)
  • Aquelas Palavras (L. Bittencourt e B. Wolkoff)
  • Se o Tempo Entendesse (Marino Pinto e Mário Rossi)
  • Na Paz do Senhor (L. Peixoto e Zé Maria Abreu)
  • Reverso (Marino Pinto e G. Milfont)
  • Tereza da Praia (Tom Jobim e Billy Blanco)
  • Duas Contas (Garoto)
  • Pra Dizer Adeus (Edu Lobo e Torquato Neto)
  • De Conversa em Conversa (Lúcio Alves e H. Barbosa)
  • Mudando de Conversa (Maurício Tapajós e Hermínio B. de Carvalho)
  • Lígia (Tom Jobim)
  • Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi)
  • Conversa de Botequim (Noel Rosa e Vadico)
  • Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes)
  • Maitá (Giovanna)
  • Valsa de uma Cidade (Ismael Neto e Antonio Maria)
  • Samba da Minha Terra (Dorival Caymmi)

Músicas Digitalizadas

  • Dó ré mi / Graças a Deus (Fernando César)
  • De Pilantra a Poeta (Alberto Landi)
  • Se Você se Importasse (Peter Pan)
  • Banca do Distinto (Billy Blanco)
  • É isso aí (Sidney Miller)
  • Alô Fevereiro (Sidney Miller)

Compartilhe!

Caro usuário, você pode utilizar as ferramentas abaixo para compartilhar o que gostou.

Comentários

1

Deixe seu comentário

* Os campos de nome, e-mail e mensagem são de preenchimento obrigatório.

joao

enviado em 9 de outubro de 2014

Por que não digitalizar todo esse espetáculo? O Brasil agradece!!!

Textos

leia todos os 212 textos deste acervo »

Imagens

veja todas as 301 imagens deste acervo »

Áudios

ouça todos os 783 áudios deste acervo »

  • Músicas
    • + info
      • Título: O passarinho cantou
      • Intérprete(s): Show Ivan Lins e Nana Caymmi
      • Compositor: Ivan Lins e Vitor Martins
      • Ano: 1977
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 18/18

     

    O passarinho cantou - Nana Caymmi e Ivan Lins

  • Músicas
    • + info
      • Título: Pisando em brasa
      • Intérprete(s):
      • Compositor:
      • Ano: 1978
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 22/22

     

    Pisando em brasa - Canhoto da Paraíba

  • Músicas
    • + info
      • Título: Nascente
      • Intérprete(s):
      • Compositor:
      • Gênero: Ao Vivo
      • Faixa: 11/11

     

    Nascente – Beto Guedes

Vídeos

veja todos os 88 vídeos deste acervo »

  • Cachaça, árvore e bandeira – Moacyr Luz

    Cachaça, árvore e bandeira - Moacyr Luz

    Shows
  • DVD Funarte – Pixinguinha 2005 – Documentário – parte 10 de 10

    DVD Funarte – Pixinguinha 2005 – Documentário - parte 10 de 10

    Documentários
  • DVD Funarte – Pixinguinha 2006 – parte 05 de 05

    DVD Funarte – Pixinguinha 2006 – parte 05 de 05

    Documentários